Contato

Contato: cataphora2008@gmail.com

Tuitar, blogar e fotolog entram na nova edição do Aurélio – Já tava na hora...

A língua está em constante mudança, bem como a sociedade, então é natural a adoção de termos que estão aparecendo e se enraizando na língua pelos dicionários, gramáticas, leis etc. A língua ou a sociedade não esperam... está sempre se atualizando e reforçando/reprimindo suas atualizações. Nos levando a crer que tais termos (tuitar, blogar, fotolog etc) estão se tornando eventos comuns em nossa sociedade, ou seja, já é possível caracterizar e verificar recorrências nessas ações? Ou talvez essa atualização tenha a intenção de obter lucros? Ou uma estratégia de marketing que pretende “criar” uma visão de dicionário moderno e que está sempre renovando. Então será o que realmente motivou essa atualização no dicionário? Vamos discutir... (link para a notícia: http://tinyurl.com/noticiadic)

3 comentários:

  1. Acho que é inevitável essa incorporação de verbetes do mundo da tecnologia aos dicionários mais famosos, pelo menos se eles querem se manter em posição de destaque, afinal as pessoas já estão usando essas palavras há um tempo considerável e outras pessoas querem saber o que significam justamente porque são usadas. Muitos dicionários on-line já são atualizados com uma frequência bem maior e se tornam, portanto, fontes muito mais eficazes para que se encontrem novas palavras do que os dicionários mais conservadores, que relutam em acatá-las. Afinal, as pessoas não querem só saber os significados de palavras que eram usadas a trocentos anos atrás!

    ResponderExcluir
  2. Isso mesmo, com a difusão da internet a mídia impressa esta perdendo espaço, visto que como a Leila disse, os dicionários on-line são rapidamente atualizados e talvez mais consultados. Diante desse panorama, nada mais do que natural a inclusão de termos atuais aos dicionários impressos, pois alem de chamar atenção para os leitores também cria uma ideia de dicionário atualizado e que atende aos desejos dos leitores em geral.

    ResponderExcluir
  3. Esses que axam q tudo não passa de uma estratégia de marketing são uns paranoicos e querem nos deixar igualmente paranoicos. Q bom que esses novos verbetes foram acrescentados ao dicionário. Louvável, pois só comprovam q língua é mudança.

    ResponderExcluir