Na sua opinião, qual é a receita para melhorar a educação?

(http://forum.educacao.blog.uol.com.br/arch2009-11-08_2009-11-14.html#2009_11-09_11_22_13-8953204-0)


Para melhorar a educação no Brasil basta investir mais, aumentar o salário dos professores e treiná-los constantemente, além de melhorar a infraestrutura das escolas, certo?

Errado. Diversos estudos nacionais e internacionais mostram que as "soluções" acima, na verdade, não passam de mitos. São questões importantes para um projeto de longo prazo, mas que por si só não promovem melhoria na educação.

* As informações são do Folha Online.

Na sua opinião, qual é a receita para melhorar a educação? Opine!

4 comentários:

  1. Eita, que por aqui tem provocações a todo momento minha gente...rsrs
    Pergunta difícil Lafity, principalmente por achar que não tem receita...a subjetividade humana é um desafio constante. Mas acho que trabalhar a relação do ensino formal com práticas da vida concreta das pessoas ajuda: fazer a gente entender que a matemática vai servir tanto se eu resolver ser engenheiro, como pra saber quanto posso gastar por mês, pra não cair naquela promoção enganosa que me faz pagar o dobro do preço durante meses, e ainda me ajuda a definir o caminho pra chegar mais rápido na casa do amado(a). Entender que estudar português não é fundamental só por que é cobrado no vestibular e minha redação tem que ser impecável, mas como forma de me expressar e ler o mundo, que ser amigo das palavras é bom e que o estudo das letras vai me servir pra tudo mais; que a história não me conta apenas sobre o passado, mas me ajuda a entender o presente, e a compreender algumas músicas do Chico Buarque, do Belchior, assim como dos Racionais, Zeca Baleiro, as poesias de Bertold Brecht, etc. Estudar física assistindo ao “Super man” ou ‘ Matrix”, entre outros tantos filmes... e por aí vai...!!!
    Ah minha gente, não sei se viajei, mas confesso que acho interessante essa didática... pra mim seria uma forma de estimular os sentidos e fazer amor com o mundo!

    abraços que beijam vocês

    ResponderExcluir
  2. Denise, aumentaram os investimentos na educação? Bem, aumentaram!... Mas penso que a educação deve ser primada pela qualidade e, infelizmente, não é isso que acontece...

    ResponderExcluir
  3. É, penso que as duas tem razão; aliar qualidade e utilidade à educação seria muito bom. Lendo o que Denise escreveu pensei nas tantas vezes durante minha vida escolar em que perguntei aos meus professores pra que certas coisas que ensinavam me serviriam e quando não sabiam dizer, acreditem, meu interesse por essas coisas se esvaiam... Quanto á qualidade sem comentários. Qual de nós já não teve um professor, ou alguns professores, que primavam por apresentarem aulas que, sabíamos, haviam sido preparadas, pensadas com carinho, pesquisadas... Uns se esforçam enquanto a maioria se acomoda, isso também é verdade, sem falar que nesse meio existem muitos que se tornam "professores" não porque sonharam com isso, mas só e apenas por acharem que esse seria um acaminho mais fácil... aí já viu, né? se você faz algo do qual não gosta faz bem feito??? Nem que ganhe rios de dinheiro pra isso, quanto mais que essa não é nossa realidade. É só isso, então? Claro que não!!! "há muito mais coisa entre a educação que sonhamos e a que vemos do que imagina nossa vã filosofia!" Receita? Não sei se há, mas acho que os ingredientes todos nós sabemos quais são.

    ResponderExcluir
  4. Não conocardo com o dito pelo jornal. Ora, realmente, uma melhoria na educaçao brasileira passa, inevitavelmente, por uma melhoria na infraestrutura de educação nacional e só pode ser uma mudança de longo prazo, porque é uma problema estrutural que tem haver com cultura, qualificação, condições de trabalho, etc. Mudanças imediatistas, grande parte das vezes, embora tragam melhoras, somente funcionam como paleativos e isso não resolverá a querela da educação nacional. Somente uma mudança estrutural e, portanto, de longo prazo pode mudar a perfil do educando e educadores brasileiros.
    Assim, é fato que as famigeradas soluções continuam ainda sendo as soluções que a educação brasileira precisa, mas necessitam de fato serem implementadas. É necessário uma melhora na qualificação dos processos de formação de professores, uma melhora nos processos de seleção de professores, a implementação de programas de formação continuada e que haja o reconhecimento tanto pecuniário como social da profissao de professor e também que nos sejam oportunizadas condições de trabalho que otimizem nossas atividades.
    Acredito nisso!

    ResponderExcluir