Membros do núcleo Cataphora publicam artigo na revista Fórum Linguístico


O professor pós-doutor Francisco Alves Filho e a mestra Eliane Pereira, membros do núcleo Cataphora, tiveram seu artigo, intitulado “O tema da enunciação e o tema do gênero no comentário online”, publicado na Revista Fórum Linguístico.

*Dados da edição da revista v. 10, n.2 (2013) v. 10, n. 2 (2013).

A Fórum Linguístico é uma revista publicada pelo Programa de Pós-Graduação em Linguística da Universidade Federal de Santa Catarina desde 1998. De periodicidade semestral, a revista veicula pesquisas e debates relativos a todos os campos da linguística teórica e da linguística aplicada. Nela são divulgados trabalhos inéditos, de caráter teórico ou aplicado, na área da linguagem e ensino.

Os interessados em ler o artigo poderão acessar o seguinte linkhttps://periodicos.ufsc.br/index.php/forum/article/view/1984-8412.2013v10n2p78/25542 e baixá-lo, caso queiram, em formato PDF.

O Cataphora parabeniza a ambos os membros por mais essa conquista, em especial, a mestra Eliane, que nos últimos meses publicou mais de um artigo. Parabéns, Eliane.

_________________________

Veja abaixo o resumo do artigo:

“O presente artigo objetiva investigar como se constitui o tema no gênero comentário online a partir da ideia de Bakhtin (2010[1929-1930]) de que tema é o conteúdo ideologizado do qual fazem parte tanto o material verbal quanto o extraverbal, construído sócio-historicamente, numa dada cultura, envolvendo interlocutores em situações reais de uso. O corpus escolhido para a análise é constituído de comentários online acerca de notícias e de outros comentários online divulgadas no portal Meio Norte e no portal do jornal Hoje, os quais se referem a três fatos sociais diferentes e potencialmente geradores de polêmica. A pesquisa mostrou que o desejo de justiça é um dos temas mais recorrentes nos comentários online analisados e que o tema do gênero comentário online é marcado, ao mesmo tempo, por tipificação e inovação, visto que, embora apresente traços recorrentes, isto é, comuns, também sofre inovação (atualização) a partir dos acontecimentos sociais comentados e das diferentes situações enunciativas.”

Nenhum comentário:

Postar um comentário